terça-feira, 22 de abril de 2014

O santo que matou o dragão

São Jorge, um dos santos mais venerados no mundo. O santo guerreiro tornou-se padroeiro de países como Inglaterra, Lituânia, Sérvia, Etiópia e de cidades como Londres, Barcelona, Gênova, Moscou e Beirute. Dia 23 de abril (em que se recorda o seu martírio) é feriado no Rio de Janeiro.

Não renegou a fé cristã durante a sangrenta perseguição ordenada pelo imperador Diocleciano no início do século IV. Foi torturado até a morte. Lutou corajosamente. Venceu o dragão da maldade. No candomblé, São Jorge é identificado com Ogum. Os devotos de Jorge e Ogum querem ser fortes e vitoriosos.

Para vencer o dragão é preciso saber quais são os seus poderes etimológicos. A palavra está associada ao latim draco, que se relaciona com o verbo grego derkomai, "ver". O dragão é aquele que consegue enxergar a sua presa a uma grande distância. Como ser demoníaco, está sempre de olho em possíveis vítimas. Para vencê-lo, portanto, temos de desenvolver a visão da fé. Com a ajuda de São Jorge, é claro!

Um comentário:

Rafael Zárate Salazar disse...

Ler ajuda-nos a vencer o dragão também, gostei!