sábado, 7 de maio de 2011

— Ché!

Meu amigo, o ilustre professor João Paulo de Oliveira, lançou-me um desafio etimológico:

"Caríssimo amigo Prof. Gabriel Perissé, bom dia! Solicito seus valiosos préstimos no sentido de esclarecer a origem da palavra 'ché'. Será que está vinculada à expressão regionalista meridional 'tché'? Eu a utilizo quando quero expressar ironia ou desejo deixar patente que pode haver outros sentidos para o que escrevi... Está correto? Antecipadamente agradeço!"

Meu prezado João Paulo, essa interjeição expressa dúvida, surpresa, mofa, zombaria. Tem a ver com a interjeição "chê", com o "ê" fechado, típica da fala do sulista brasileiro, com duas funções básicas: chamar alguém ou indicar admiração, assombro.

O "chê" (pronuncia-se "tchê"), segundo o etimólogo J. Corominas, provém do antigo castelhano ce, que seria, por sua vez, derivação de uma possível forma onomatopaica "tsss", ou "sss", com o intuito de chamar a atenção de alguém ou chamar animais.

Não é a única hipótese. Uma outra sugere que viria do te (latim, acusativo de tu), passando pelo galaico. Há quem afirme, como o linguista uruguaio José Pedro Roma, que viria do guarani che, "meu", em chamamentos como che amigo, che coronel, che Juanche Guevara...

7 comentários:

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...

Estimadíssimo amigo Prof. Dr. Gabriel Perissé, bom dia!
Como é gratificante contar sempre com sua vastíssima erudição, que nos deixa encantados e sôfregos a aprender a aprender cada vez mais, e mais ainda quando temos a prerrogativa de ler seus imperdíveis livros, palestras ou como agora ter um atendimento personalizado para esclarecer questões etimológicas ou filosóficas!
Muitíssimo obrigado pela deferência!
Que a deusa da Justiça e da Sabedoria o tenha como pupilo sempre!
Caloroso abraço! Saudações aprendizes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Diadema-SP

PS - Lastimo que as atribuições e atribulações do cotidiano impeçam que tenhamos contatos mais amiúde em carne e osso...

Anônimo disse...

Olá espectacular página , adorei mesmo muito, acho que poderiamos tornar-nos amigos de blog :) lol!
Aparte de brincadeiras sou o Alfredo, e parecido contigo publico na internet se bem que o foco do meu espaço é bastante distinto do teu....
Eu desenvolvo sites de poker que falam de poker online sem teres de por o teu capital......
Gostei muito o que li aqui novamente
Voltarei!:)
Ps:desculpa o meu portugues

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Exmo. Prof. Dr. Gabriel Perissé,
Através do Ilustre Prof. João Paulo de Oliveira, tomei conhecimento de seu mravilhoso e informativo blog.
Li com muita atenção o significado da palavra CHÊ, que nós em Macau - China, classificamos do mesmo modo, desprezo, espanto,zombaria.
Sou um Alentejano, Eborense, por nascido, residindo na ÁSIA, desde 1964.
O meu sincero muito obrigado pela sua amabilidade, competência e Sabedoria.
Respeitosos cumprimentos.

Anônimo disse...

Amigo, deixa eu colocar a minha "colher no teu puchero", gaúcho que sou.

"Tchê" não é apenas uma interjeição. É fundamentalmente um vocativo.

Esqueceste de averiguar o "té", do provençal, usado exatamente como os argentinos, os uruguaios e os gaúchos usam. Ocorre o mesmo com o "xe" valenciano.

É só ler Tartarin de Tarascon que tu vais encontrar pencas de "té", com o mesma colocação no nosso "tchê".

Abração e parabéns pela página.

Roberto Silva

Gabriel Perissé disse...

Caro Roberto, obrigado pela contribuição! Para isso servem os co-mentários. Mentamos e comentamos, criando nexos.

Abraços!

COC disse...

A palabra che tem origens indigenas, da lingua mapuche, Che significa Povo, Pessoas, Gente....
De fato Mapuche = Mapu (tierra, terra) Che (povo, gente) gente da terra

jacqueline disse...

Em guarani " chê" significa eu, meu e amigo, uma derivacao do " mapuche" " chê" que significa " gente". Seguindo o estudo da etimologia e linguistica que nao só se concentra na origem da palavra mas o estudo da intençao de como é usada no dia a dia, os gauchos usam o " tchê" quase como uma saudacāo e se referindo ao outro amistosamente denominando como " amigo" a palavra tem intençāo muito distinta do modo falado em espantar animais do qual usam " eira....eira..."
Casualmente essa versāo de que o " chê" e " tchê" é oriundo do Guarani é aceita como verdadeira segundo a UFGRS e inclusa no dicionario Gauchês.
Porem se investigarmos linguas faladas na Azia, Africa e por ai a fora há muitos significados do qual nao há nenhuma ligaçao com a America do Sul especialmente o extremo sul do Brasil.