sábado, 21 de agosto de 2010

Vila Nhocuné, parece tupi... mas não é

Elis Marchioni, ao ler uma postagem deste blog, perguntou: "Olá, professor! A Vila Talarico fica pertinho da Vila Nhocuné. Este nome não parece ser de origem tupi? O que acha?"

Parece mesmo, Elis, mas não é. No século XIX, o Coronel Christalino Luiz da Silva Liberato Augusto de Azevedo era proprietário de uma grande fazenda de café. Essas terras, na região leste da cidade de São Paulo, foram sendo retalhadas até que, na década de 1930, o que era uma chácara transformou-se no bairro conhecido como Vila Nhocuné.

Essa palavra nasceu na boca dos escravos do "Senhor Coronel". Chamavam-no de "Sinhô Coroné" ou de "Nhô Coroné". Com o tempo, à força do uso: "Nhocuné".

2 comentários:

Elis Marchioni disse...

Muito obrigada pela resposta. Não dava para imaginar nada parecido.

BATALHAFAM disse...

Prezado Gabriel;
em 1995 publiquei resultado de uma pesquisa parcial, na qual apontava Christalino Luiz da Silva como sendo o "possivel coronel" a partir do qual tenha originado ao nome do bairro de vila "Nhocuné". Posteriormente, tendo continuado as pesquisas, descobri que: em 1872, quando Christalino e outros, foram donos das terras daquela localidade, as mesmas já eram chamadas de "sítio Nhocuné". Portanto, a origem do nome do bairro é anterior á Christalino. Você e outros blogueiros veem publicando aquela pesquisa parcial, e difundindo o meu equívoco. Em julho próximo, devo publicar um trabalho cujas fontes ratificam a informação; em função, disso seria conveniente retirar do ar a indicação equivocada de que Christalino Luiz da Silva tenha sido o "Sinhô Coroné" a quem o nome do bairro nos remeta.
Receba meu fraternal abraço!
Zé Carlos Batalhafam.