quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O que se forma na informação?


Recebi o seguinte e-mail de Douglas Pitombo da Silva:

Olá Prof. Gabriel Perissé,gosto muito do seu trabalho e acredito que saber/pesquisar a origem das palavras, o seu real significado, nos leva a entender o que de fato nós somos. Sou aluno de graduação da UnB do DF, faço atualmente o curso de arquivologia, porém já cursei filosofia. Daí sendo o meu curso atual da área da Ciência da Informação, gostaria de saber qual é a origem da palavra "informação"? E se possível, se o sr. poderia me dizer qual é a relação dela com a realidade e a verdade, se cabe a nossa interpretação ou se ela "basta por si só", ou seja, se ela é objetiva ou subjetiva? Sei que essa pergunta tem um tom de caráter filosófico, mas gostaria de saber a opinião do sr.Obrigado pela atenção.

Prezado Douglas, a etimologia não busca exatamente o real significado das palavras, mas os muitos significados, dando ênfase aos que estão perdidos nas brumas do passado. A informação etimológica é objetiva e subjetiva, porque se apoia em pesquisa de documentos (objetividade) e em interpretação das pesquisas (subjetividade).

Esta consideração vale para outros tipos de informação, como a jornalística e a histórica. A informação nos chega aos ouvidos, mas nossa recepção é ativa, interpretativa.

A palavra provém do latim informare e significava, originariamente, "dar forma", "fabricar", "modelar". A evolução semântica que nos levou a pensar em "noticiar", "avisar" e "instruir" deu-se a partir da Idade Média. Mas antes disso a ideia estava esboçada.


É que dar uma informação de certa maneira "modela" o informado. Quando sabemos de algo, esse algo atua sobre nós, e nos forma... ou deforma.

2 comentários:

Linha ECO-20081 disse...

Olá professor,
Gostei desse post e aproveito para perguntar se a palavra "informação" é de fato hoje erroneamente utilizada no plural, no português brasileiro.
No idioma espanhol, por exemplo, há restrições quando usada no plural (que se não me engano remete à palavra dados). Não sei se me faço explicar...objetivamente gostaria de saber se a palavra "informação" pode ser usada no plural.
Saudações,

Luiziane

Gabriel Perissé disse...

Luiziane, que bom você ter gostado destas considerações etimológicas. Quanto à sua pergunta, não vejo nada de errado em "informações", se forem muitas! Posso dizer que tenho "uma informação importante" ou que preciso de "mais informações" a respeito disso ou daquilo.

Abraços!

Gabriel