quinta-feira, 1 de julho de 2010

Agora é Holanda

Oficialmente, Holanda, a terra dos moinhos e das tulipas, não é o nome correto do país contra o qual o Brasil vai jogar amanhã, em etapa decisiva da Copa do Mundo. Deveria ser, talvez, Neerlândia, ou Nederlândia. Constitui a maior parte dos Países Baixos, em que se incluem Bélgica e Luxemburgo. Trata-se do famoso Benelux (reunindo, em inglês, "BElgium", "NEtherlands" e "LUXembourg").

A rigor, teríamos de chamar Holanda de Países Baixos, traduzindo o nome do país em neerlandês: Nederlanden (Neder, "baixo" + Landen, "país"). Os Países Baixos assim se chamam porque um quarto do seu território encontra-se abaixo do nível do mar.

O nome "Holanda" corresponde a duas províncias das que compõem o país. Há a Holanda do Sul (a capital é Haia e a principal cidade é Rotterdam, onde nasceu Erasmo, autor de O elogio da loucura) e Holanda do Norte, cuja cidade mais importante é Amsterdã, capital do país.

"Holanda" pode ter vindo de Holt-Land, "terra das madeiras", porque a região teria sido um dia coberta de árvores. Outra possibilidade é que remeta a Hol-Land, em que Hol, "buraco", "baixo", em neerlandês, levaria de novo ao significado original de "terra funda" ou "terra baixa".

Um comentário:

Dri Eidt disse...

Boa tarde Gabriel!
Adorei seu blog e principalmente saber a origen das palavras.
Parabéns pelo blog.