terça-feira, 24 de agosto de 2010

Há quem se jacte de rejeitar conjecturas...

"Li aqui que 'rejeição', 'jactância' e 'conjectura' provêm de jacere. Poderia explicitar ainda mais a relação? Nós, leitores, agradecemos. Vida longa ao blog!", Marcos (RJ).

Obrigado, Marcos!

Do latim rejectio, vem "rejeição", ação de "jogar" (jacere) fora. Mas não é um jogar qualquer. Por força do prefixo re, trata-se de jogar para trás, com desprezo.

Quando uma pessoa se jacta é porque ela própria se "lança" (de novo jacere) à frente dos outros. E o faz lançando palavras de autoelogio.

Fazer conjecturas é partir de evidências parciais, de alguns pressentimentos, e "arremessar" (jacere) numa discussão duas ou mais ideias como prováveis. É um pensar que suspeita e presume. A palavra vem do latim conjectura, em que está embutida, em virtude da preposição cum, a ação de "jogar duas coisas juntamente".

Um comentário:

Simaan Habib disse...

Esclarecedor... sempre quis saber se existiam palavras com morfemas próximos a "jactância", que para mim é uma palavra de difícil associação com o significado, mesmo o conhecendo.