sábado, 28 de agosto de 2010

Cachimbando formiga

Escreveu-me um leitor de Santa Catarina: "Na minha infância, quando minha avó queria que eu deixasse de aborrecê-la, usava a seguinte expressão: 'Menino, vai cachimbar formiga.' Nunca vi tal expressão em nenhum escritor ou dicionário.Terá sido um neologismo da minha avó?"

Sua avó empregava uma frase popular que tem o mesmo sentido de outras como "vai pentear macaco", "vai dar rasteira em sapo", "vai lamber sabão com açúcar", "vai ver se eu estou na esquina", "vai chupar parafuso para ver se vira prego" ou "vai plantar batata no asfalto para ver se cresce".

É difícil conhecer a origem concreta dessas frases. Nasceram na prática oral do povo. Em todos os exemplos acima, o sentido é o mesmo. Para me ver livre de alguém, eu o mando fazer qualquer coisa, por inútil e absurda que seja, contanto que o faça bem longe de mim.


No caso específico do "cachimbar formiga", trata-se de ficar fumando cachimbo e jogando fumaça em direção das formigas, ou para o chão. Tarefa sem finalidade útil, mera distração.
Há uma conotação para "cachimbar": "ficar concentrado", "matutar", "meditar" (enquanto se fuma um cachimbo). Neste contexto, "cachimbar formiga" pode ter a ver com outra expressão
muito comum: "pensar na morte
da bezerra"...

6 comentários:

Anônimo disse...

Complementando: "Vai encher pneu de trem!" e "Vai catar coquinho!" são outras expressões conhecidas na minha região (interior de Pernambuco).

GilSei disse...

...catar coquinho NA LADEIRA - aprendi esse complemento recentemente e achei formidável!

Anônimo disse...

Gosto mais então de ( catar coquinho no espaço )... :D

Célio Vanderlei Moraes disse...

Também sou de Santa Catarina e minha mãe também usava essa expressão comigo. Certa vez, eu muito pequeno, ao ser mandado "cachimbar formiga", sem que ninguém explicasse como o fazer ou o que significava isso, dei meu jeito. Com um pote vazio de margarina, o enchi de água e passe a caçar formigas no terreno e colocá-las no pote. Quando já tinha bastante, trouxe para minha mãe e perguntei se já tinha o suficiente. Até hoje isso rende muitas gargalhadas na minha família e eu realmente não sei de onde tirei a ideia, mas gosto disso. Valeu pela explicação.

Anônimo disse...

Vai catar coquinho no asfalto

Anônimo disse...

"Vai-te deitar, vinagre" era mais uma expressão muito usada nestas terras catarinas.